Projecto da “Não+Pêlo” vai apoiar APPACDM da Maia

0
717

Os centros “Não+Pêlo” da região Norte nomearam a APPACDM da Maia para o projecto “+POR” “pelo seu trabalho exemplar no apoio a pessoas portadoras de deficiência mental” e com o objectivo de contribuírem para o equipamento do futuro Centro de Actividades Ocupacionais da associação, afirma a marca “Não+Pêlo” em comunicado. Líder mundial em fotodepilação, a “Não+Pêlo” lançou pela primeira vez em Portugal, o “+POR”, um projecto anual de apoio às comunidades locais que envolve os mais de 80 centros da marca, bem como os clientes, no apoio a quatro entidades privadas de âmbito social.

A iniciativa foi lançada em meados do mês de Setembro, num centro de Lisboa e contou com os quatro embaixadores que apadrinham o projecto, Adelaide Sousa, Afonso Vilela, Ana Luísa Barbosa e Rui Porto Nunes. Os embaixadores “+POR” deram o exemplo através da realização de sessões de fotodepilação, cujo valor contribui para apoiar o trabalho e os projectos de âmbito social de quatro entidades. Para além da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental da Maia (APPACDM), vão também ser apoiadas a Associação Sol, a Cruz Vermelha da Madeira e a Obra da Imaculada Conceição e Santo António.

Rui Porto Nunes, o Afonso da série Lua Vermelha, é o embaixador “+POR” que apadrinha a APPACDM da Maia. O actor diz que ficou a conhecer o trabalho da APPACDM da Maia através do projecto e diz-se “muito honrado por apadrinhar uma associação que tem um trabalho exemplar no apoio a pessoas portadoras de deficiência e por poder contribuir para despertar a consciência social dos portugueses, em especial, dos mais jovens”.

Rui Porto Nunes ressalva ainda que os utentes da APPACDM da Maia necessitam de cuidados permanentes. Para além disso, acrescenta, muitos dos utentes “não têm” suporte familiar e o papel desta associação “é fundamental na promoção da sua qualidade de vida através do apoio domiciliário, residências assistidas e actividades ocupacionais”.

“Espero que a APPACDM da Maia concretize o seu objectivo de abrir um novo centro, com capacidade para acolher mais de meia centena de utentes que neste momento se encontram em lista de espera, e convido todos a fazerem mais por si e mais por todos aqueles que beneficiam do apoio desta associação”, conclui o actor, apelando à participação dos portugueses que “podem fazer mais por si e pela sua imagem e, ao mesmo tempo, mais por todos contribuindo para o novo centro da APPACDM da Maia”.

A campanha de recolha de donativos decorre até ao dia 31 de Outubro nos mais de 80 centros Não+Pêlo de todo o país. Por cada sessão de fotodepilação realizada, com o preço único de 30 euros por sessão, a marca e os seus centros doam um euro para o projecto. No final da campanha o donativo angariado será distribuído pelas quatro entidades nomeadas. Para além dos donativos, a marca irá atribuir no final da campanha o “Prémio +POR”, no valor mínimo de 10 mil euros e máximo de dez por cento do valor total angariado, que será distribuído por uma ou pelas quatro entidades nomeadas. A distribuição dos donativos e do “Prémio +POR” estará a cargo de um júri. Os resultados serão anunciados no dia 18 de Novembro de 2010.