Projecto Despertar já está na rua

0
164

No âmbito do Programa de Respostas Integradas do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT), arrancou hoje o projecto Despertar apresentado pelo Núcleo da Maia da Cruz Vermelha Portuguesa e que tem como objectivo o combate à toxicodependência.

O projecto terá como áreas de intervenção a redução de riscos e a minimização de danos, promovendo junto da comunidade dependente, a troca de seringas e o uso de preservativos, de forma a evitar a transmissão de doenças infecciosas. Isso mesmo referiu o responsável do núcleo da Maia da Cruz Vermelha Portuguesa, Nogueira dos Santos.

Este é um projecto financiado, em parte, pelo IDT e que irá abranger o território do Sobreiro, englobando o bairro e as freguesias de Vermoim, Maia, Gueifães, Barca e Nogueira.

Neste território, foram identificados 75 casos de consumidores de substâncias psicoactivas, como droga, álcool e medicamentos.

A câmara da Maia é um dos principais parceiros do projecto, que abrangerá ainda o território do Castelo, onde foram também identificados alguns destes problemas, mas que não foi alvo de financiamento.
O objectivo é contribuir para a redução dos comportamentos de risco e para a reinserção dos indivíduos, sublinhou o presidente da câmara, Bragança Fernandes.

Outro dos projectos apoiados pelo IDT e pela câmara da Maia está a cargo da Santa Casa da Misericórdia da Maia. Terá como objectivo a prevenção de comportamentos de risco e a reinserção dos indivíduos, não só na comunidade e no trabalho, mas também nas respectivas famílias.

Ambos os projectos terão uma duração de dois anos.

Fernanda Alves

Ouça das declarações de Nogueira dos Santos.

[audio:NGDROGA.mp3]

Ouça das declarações de Bragança Fernandes.

[audio:BFDROGA.mp3]