Projecto para grandes operadores de carga

0
211

O Centro Logístico de Carga Aérea do Aeroporto Francisco Sá Carneiro é um dos dois centros de carga aérea que complementam a Rede Nacional de Plataformas Logísticas. Junta-se o de Lisboa, partilhando o objectivo de “aumentar a capacidade actual de processamento de carga aérea e concentrar as operações num mesmo local, agilizando-as e reduzindo substancialmente os tempos envolvidos”, dizia a 13 de Outubro do ano passado o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, na abertura do 12º Congresso de Logística da Associação Portuguesa de Logística, em Lisboa.

No caso concreto do Centro Logístico de Carga Aérea do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, trata-se de uma obra a cargo da ANA – Aeroportos de Portugal, SA, lançada por cerca de dez milhões de euros. O centro vai ocupar uma área de, aproximadamente, 20 hectares e destina-se a grandes operadores de carga, também designados por “integrators”. No plano director do aeroporto, a ANA prevê ainda que “constituirá um factor de desenvolvimento e crescimento exponencial desta actividade, e das demais actividades a ela associadas, no Aeroporto e na Região”.

Marta Costa