Projeto Zero Desperdício (parceria com LIPOR) vence concurso europeu

0
170
imagem DR

 
 
O projeto ZERO DESPERDÍCIO, implementado em parceria DARiACORDAR e LIPOR, venceu o 1º prémio na categoria “Apoio ao desenvolvimento de mercados ecológicos e à eficiência dos recursos”.

Este ano, numa sessão via live streaming, deu-se a conhecer o que de melhor se faz em Portugal, no que se refere a boas práticas de promoção empresarial, em várias áreas, em função da especificidade do seu contributo para o desenvolvimento económico e o emprego das regiões e esta parceria não podia deixar de participar e mostrar os resultados alcançados, na região norte, especificamente nos municípios associados da LIPOR, onde se inclui a Maia.
 

A história de parceria entre a ZERO DESPERDÍCIO e a LIPOR começou em 2016 fortalecendo-se em 2017, quando a Rede Zero Desperdício se expandiu aos territórios LIPOR, ao abrigo do Programa “Parcerias para o Impacto”, do Portugal 2020.

«Esta parceria tem obtido excelentes resultados no combate ao desperdício evitando que alimentos em excelentes condições para consumo humano, se transformem em resíduos alimentares. No final do terceiro trimestre de 2020, esta parceria já tinha recuperado cerca de 350 toneladas de alimentos que chegaram a 35 mil beneficiários», refere a LIPOR em nota de imprensa.
 
Os European Enterprise Promotion Awards (EEPA) foram lançados pela Comissão Europeia em 2005 e coordenados em Portugal pelo IAPMEI desde a primeira edição, estando a ser dinamizados em 32 países. O objetivo desta distinção é identificar, distinguir e partilhar boas práticas de iniciativa empresarial e inspirar potenciais empreendedores na Europa. Assim, decorreu no dia 26 de outubro, a sessão nacional para dar a conhecer os vencedores dos EEPA 2020, onde o IPAMEI recebeu 51 candidaturas nas seis categorias a concurso.
 
A LIPOR refere na nota: «Estamos gratos pela distinção nos EEPA 2020 e não podemos deixar de agradecer às entidades doadoras e recetoras que compõem a Rede Zero Desperdício Lipor, nomeadamente aos nossos municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde, entidades essenciais à disseminação do projeto nos seus municípios.»