Quinhentos metros de “Um Dia Pela Vida” (vídeo)

0
155

Falta pouco mais de uma semana para o dia decisivo da iniciativa “Um Dia Pela Vida”, da Liga Portuguesa Contra o Cancro. E já está a ser preparada uma actividade especial que vai colorir as ruas da Maia no dia 17 de Abril.

Trata-se de um tapete de retalhos. A ideia é “ligar” a Junta de Freguesia de Vermoim à zona do Parque Central. “Um sonho” do responsável da iniciativa para o concelho maiato, Jaime Gonçalves.
Para já, pelo menos na passada terça-feira, eram “umas largas centenas”, ou melhor, quase 500 metros, apurou PRIMEIRA MÃO, que estão prontos a ser estendidos pela Av. D. Manuel II até ao centro da cidade, na Praça Dr. José Vieira de Carvalho.

O tapete é uma ideia que veio de outros municípios também participantes no “Um Dia Pela Vida”, “mas na Maia decidimos apostar forte nesta ideia porque foi uma maneira de chegarmos a todo o concelho”, revelou Jaime Gonçalves. Não é o tapete que vai chegar a todo o concelho, mas todo o concelho vai estar no tapete. “Visitámos os agrupamentos, os alunos levavam para casa um pedaço de pano, trabalhavam-no ao seu gosto, alguns de forma muito original, e depois devolviam-no para ser acrescentado à passadeira”. A ideia deu resultado “e a mensagem espalhou-se um pouco por todo o concelho, e conseguimos alertar as pessoas para o cancro, para a maneira de o prevenir e tratar antes que seja tarde demais”, rematou Jaime Gonçalves.

O tapete é feito essencialmente com a contribuição dos trabalhos de alunos de escolas maiatas, mas não tardou muito para que também se juntassem particulares à iniciativa. “Há aqui assim como que um grito de solidariedade de pessoas mais e menos jovens que se juntam para esta mensagem”. Embora reconheça que “tem sido muito cansativo” liderar o “Um Dia Pela Vida” na Maia, Jaime Gonçalves faz um “balanço muito positivo” da iniciativa até à data. “De fim-de-semana para fim-de-semana nós temos vindo a notar que cada vez existem mais iniciativas” levadas a cabo pelas várias equipas que fazem parte do projecto. O “Um Dia Pela Vida” encontra-se agora em velocidade de cruzeiro, o que leva Jaime Gonçalves a dizer que “a iniciativa devia arrancar agora, e não estar a poucos dias de acabar”.

Pedro Póvoas