ReumaMaia entrega cadeira de rodas à Junta da Maia

0
272

Por um lado, um cadeira de rodas para a vertente de acção social da Junta de Freguesia da Maia. Por outro, descontos de dez por cento para os residentes de freguesia que façam compras na ortopedia ReumaMaia. Em termos gerais, é o que define o protocolo hoje celebrado entre as duas entidades.

À semelhança dos protocolos já celebrados entre a junta e outras entidades sedeadas na freguesia, a Junta da Maia pretende ajudar a levar os munícipes aos estabelecimentos que funcionam na sua área geográfica. Ao fazerem-no, desde que possuam o Cartão de Residente, obtêm descontos na aquisição de produtos ou serviços, “estando a junta de freguesia a olhar por uma melhor qualidade de vida”. Paralelamente, acrescentou Carlos Teixeira, obter desses comerciantes e serviços ofertas, seja em bens ou até donativos em dinheiro.

[audio:4_maio_junta_reumamaia.mp3]

Já para não falar que, quantos mais residentes estiverem recenseados na freguesia da Maia, mais a junta recebe através do Fundo de Equilíbrio Financeiro (FEF).

No caso concreto da ReumaMaia, já foram duas as ofertas conseguidas pela Junta de Freguesia da Maia. Depois de um “desconto substancial”, admite Carlos Teixeira, na compra de uma cadeira de rodas já entregue a um cidadão deficiente, a ortopedia entregou hoje uma outra cadeira de rodas que ficará disponível “para algum residente que tenha a infelicidade de precisar dessa cadeia” e que recorra ao serviço de acção social da junta.

Para a proprietária da ReumaMaia, Amélia Correia, esta foi a forma encontrada pela empresa para ajudar a junta, no que à acção social diz respeito.

[audio:4_maio_amelia_correia.mp3]

Mas poderá ser também uma forma de atrair mais clientes, nomeadamente para compensar as quebras associadas ao sentido único da rua António Oliveira Braga, onde está sedeada. Diz a empresária que, como consequência da alteração, “já houve lojas que fecharam”. Ainda que, admitiu também, algumas possam ter encerrado devido à crise.

Foi a propósito da entrega da cadeira de rodas que Carlos Teixeira tomou conhecimento desta preocupação dos comerciantes da artéria perpendicular à Rua Dr. Carlos Pires Felgueiras. O presidente da junta admite que assim seja, consciente de que as pessoas “querem mais comodidade e, quando têm dificuldade em deslocar-se, seguem outros rumos”. De qualquer forma, o autarca admitiu interceder junto da Câmara Municipal da Maia, no sentido de repor os dois sentidos de trânsito.

Residentes com descontos

O Cartão de Residente é emitido pela Junta de Freguesia da Maia a todos os que residam na sua área geográfica, sem limite de idade, permitindo descontos e ofertas em vários serviços. Para dar a conhecer estas vantagens aos fregueses, a junta prepara-se para divulgar junto dos residentes os protocolos já celebrados. Além da ReumaMaia, e de acordo com o site da junta na Internet, foram já celebrados acordos que asseguram descontos nas consultas da Cínica da Maia do Grupo Trofa Saúde, bem como descontos nas consultas do Centro Médico Cidade Jardim ou consultas de estomatologia na Clínica Dentária Dra. Margarida Bruno.

O presidente da Junta da Maia admite que, no início, “custou a ser do conhecimento geral”, mas agora adianta que cerca de 95 por cento dos residentes já serão possuidores do cartão. Em parte, pelas visitas ao Zoo da Maia, onde têm entrada gratuita. Mas há mais. O mesmo cartão é garante de desconto nas taxas de registo e licença anual de cães e gatos.

Marta Costa