Rota Porto – Faro com 160 passageiros

0
132

 

Dois meses depois da abertura da base no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, a Ryanair inaugurou na segunda-feira a primeira rota doméstica portuguesa da companhia entre o Porto e Faro. Os primeiros passageiros embarcaram no Porto por volta do meio-dia e chegaram ao aeroporto algarvio cerca de uma hora depois.

A taxa de ocupação deste primeiro voo rondou os 85 por cento, o correspondente a 160 passageiros, de acordo com o responsável de marketing da Ryanair, Fernando Santos, citado pela agência Lusa.

A ligação vai fazer-se durante todo o Inverno, de forma regular, utilizando um Boeing 737-800, pelo menos, até Março do próximo ano, com capacidade para 189 passageiros. Haverá voos todas as segundas, quartas e sextas-feiras e aos domingos, com partidas do Porto às 12h00 e chegada a Faro às 13h00. No sentido Sul-Norte, a rota doméstica da Ryanair parte do Algarve às 13h25, chegando ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro assim que forem 14h30. Por agora, são quatro voos semanais, mas não está descartada a hipótese de aumentar a frequência no Verão.

Considera a Ryanair que a nova rota garante uma deslocação rápida e económica entre o Norte e o Sul do país aos “milhares de portugueses que, até agora, desperdiçaram muitas horas e dinheiro para se deslocarem”, sublinhava o responsável de comunicação da companhia aérea de baixo custo, num comunicado emitido na segunda-feira. Desta forma, acrescentava Daniel de Carvalho, “a Ryanair contribui mais do que qualquer outra companhia aérea para o desenvolvimento económico destas duas regiões”. Tudo isto assegurando “as tarifas mais baixas da Europa e com a garantia de nunca cobrarmos suplementos de combustível”.

Por todos estes argumentos, a Ryanair estima transportar, por ano, cerca de 70 mil passageiros entre o Porto e Faro. Quanto ao público-alvo, a empresa admite que o turismo de negócios represente cerca de 25 por cento dos passageiros que vão optar pela nova rota doméstica. Somam-se turistas e estudantes.

Para assinalar o arranque da primeira rota doméstica, a companhia de “low-cost” disponibiliza até à meia-noite de quinta-feira cinco mil bilhetes a apenas dez euros, para viagens entre o final de Novembro e o início de Dezembro. As reservas podem ser feitas através do site da Ryanair.

Marta Costa