Rotários recolhem livros para PALOP

0
145

Os Rotary Clubs da Maia e Porto-Foz e os Rotaract Clubs da Maia e Porto-Foz estão a promover uma campanha de recolha de livros, denominada “Ler em português”, para ajudar a apetrechar as bibliotecas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

A iniciativa já não é nova, no Rotaract Club da Maia. De acordo com a presidente do presente ano rotário, Maria Martins, em 2007 já foi realizada uma recolha de livros com o mesmo fim, ou seja, tendo como destino os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. Não correu como estavam à espera porque perderam o contacto inicial que tinham, no entanto, chegaram a enviar alguns livros para a Guiné.

Entretanto, numa reunião com o Rotary Club de Águas Santas Pedrouços ficaram também a conhecer o projecto Novos Laços e surgiu a possibilidade de efectuarem uma nova recolha de livros. Aliada à ideia da Maia, tiveram conhecimento que o Rotaract Porto Foz estava também a promover essa ideia uma vez que tinha contactos em alguns países africanos. “Por isso, resolvemos, em parceira, efectuar uma nova recolha para no fundo beneficiar as duas entidades, até porque eles têm bastantes projectos como bibliotecas locais e no fundo o projecto acaba por reverter tanto para as bibliotecas locais do Rotary Porto Foz como do Novos Laços”, conta Maria Martins.

O movimento procura em particular literatura para a infância e juventude bem como livros informativos e de divulgação, actualizados e em língua portuguesa. “Pretendemos que esta seja uma oferta que possibilite o conhecimento e divulgação da língua portuguesa e das literatura”, sublinha a presidente do Rotaract Club da Maia. E acrescenta o clube que a ideia é também reforçar os laços entre Portugal e os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, “com a convicção de que os livros aproximam os povos e fazem de todos nós seres mais livres, mais solidários e mais humanos”.

O projecto terá uma duração de cerca de três meses. “Estamos a tentar ver se conseguimos o maior número de livros possível nos meses de Março, Abril e Maio, embora em Junho ainda possamos receber”, afirmou a responsável.

Contributos para “Ler em português”

Todos aqueles que quiserem contribuir para o projecto devem proceder à entrega dos livros na empresa J. Lima Santos Transitários, Lda, Zona Industrial da Maia I, sector VII, Rua B, lote 105, 4470-434 Maia, à quinta-feira, entre as 9h00 e as 12h00 e à sexta-feira entre as 17h00 e as 19h00.

Aula de culinária ajuda “Causa da Criança”

Entretanto, o Rotaract Club da Maia convida à participação numa aula de culinária, que se vai realizar, no próximo dia 26 de Março, pelas 20h00, na escola “Ver Fazer”, em Vila Nova de Gaia. Na sessão poderá não só “ver fazer” como também experimentar Bola de presunto e azeitonas, Risotto de abóbora e pão-de-ló molhado. A aula de culinária tem um custo de 15 euros, dos quais cinco euros revertem a favor do Centro de Acolhimento Temporário “A Causa da Criança”.

As aulas estão previstas para a última sexta-feira de cada mês. No dia 30 de Abril os participantes poderão aprender a confeccionar cogumelos recheados com legumes; lasagna de camarão e tarte de chocolate com natas; no dia 28 de Maio sopa de abóbora com hortelã; conchas no forno com recheio de requeijão e tarte de pêra coberta; no dia 25 de Junho míscaros deliciosos; risotto de polvo e carapinhado de framboesas e no dia 30 de Julho profiteroles recheados com pasta de atum; salada de pato e tarte Tatin.

As inscrições para a primeira sessão podem ser feitas até às 18h00 do dia 25 de Março para os números 939 519 252 ou 934 579 911.

Isabel Fernandes Moreira