Saúde Escolar 2008/2009 chega ao fim

0
121

O projecto Saúde Escolar 2008/2009 teve o seu final no passado dia 18 de Junho, com diversas actividades direccionadas para os alunos das escolas do concelho da Maia, na Quinta da Gruta, local onde estão situados as oficinas do projecto.

Este projecto decorreu ao longo de todo o ano lectivo com ateliers em funcionamento: um de Educação Alimentar, “O pequeno grande almoço”, em que se tenta sensibilizar as crianças para a importância do pequeno-almoço e os componentes alimentares que o devem compôr; um de Higiene Oral, “Maia a sorrir” e “Rinamaia”, em que se alerta os mais novos para a quantidade de açúcar contida nos alimentos que normalmente eles mais gostam, como bolachas ou chocolates, e alertar para a importância de escovar os dentes três vezes ao dia; um projecto de Protecção Solar, “Com o sol no coração vamos ter precaução”, em se alerta as crianças para a importância do sol nas nossa vidas, mas também par os malefícios que pode trazer e as melhores formas de se proteger dele.

Veja o vídeo:

Nestes ateliers, as crianças podem ouvir as explicações dos técnicos sobre estes assuntos, aprender a fazer o próprio pequeno-almoço, vêem o efeito que alguns corantes podem fazer na saúde dos dentes e aprendem também o que fazer para se proteger dos efeitos dos raios-ultravioletas. Neste projecto estão envolvidas todas as escolas do concelho maiato, num total de cerca seis mil alunos.

A coordenadora do gabinete de saúde da Câmara Municipal da Maia e consequentemente responsável pelo projecto de Saúde Escolar, Nair Rocha, faz um balanço positivo do projecto ao longo deste ano: “A avaliação que faço é extremamente positiva. Tivemos mais de seis mil crianças a trabalhar neste projectos. Hoje, nesta festa de encerramento, vai passar por cá uma parte simbólica, que não ultrapassará as 600 crianças”. Em relação aos objectivos propostos para este projecto, Nair Rocha acha que estão a ser conseguidos. “É nosso objectivo mudar mentalidades, sabemos que não se muda me cinco ou dez anos, muda-se numa geração. Temos que formar agora estas crianças para que sejam adultos mais conscientes. Queremos e estamos convictos que o serão para estas questões de higiene oral, da alimentação e da protecção solar”. A coordenadora do projecto salienta a importância do projecto no futuro destes jovens: “Isto é um trabalho de formiga. Temos que fazer isto muitas vezes porque as gerações anteriores, como os pais destas crianças, não tiveram oportunidade de receber estes conhecimentos, por isso, não os transmitiram aos mais novos. O nosso objectivo é que estas gerações que estamos a formar transmitam aos filhos, quando forem pais, mas também transmitam agora aos pais para que também eles comecem a mudar”, finalizou Nair Rocha.

No mesmo dia, por volta das 21h00, foram entregues os prémios às turmas vencedoras nas diversas categorias, numa cerimónia que decorreu no Fórum da Maia, com a presença de todos os agentes escolares, das entidades e patrocinadores envolvidos, bem como do presidente da Câmara Municipal da Maia, Bragança Fernandes.