Santa Casa quer certificação de qualidade

0
167

Os mesários da Santa Casa da Misericórdia da Maia (SCMM) autorizaram, faz hoje uma semana, a contracção de um empréstimo bancário por parte da instituição. Não um simples pedido de empréstimo, mas a luz verde para recorrer à linha de crédito criada pelo Governo para financiar projectos aprovados no âmbito do PARES – Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais.

A proposta apresentada pela Mesa Regedora foi feita a pensar na eventual necessidade de apoio financeiro para concretizar aqueles que são os “dois grandes projectos” de construção da instituição: Olhar o Futuro e Creche Ponte de Moreira. O primeiro, com um investimento previsto de 958,7 mil euros (sem IVA), consiste na requalificação do Centro Social de Milheirós, no sentido de reforçar as valências de centro de dia e apoio domiciliário, mas criando também um lar de idosos. Os trabalhos arrancaram em Abril e têm um prazo previsto de execução de 30 meses. Com 34 meses de prazo de execução, estás prestes a avançar o licenciamento da construção de uma creche para 58 crianças num prédio na Rua Ponte de Moreira. A candidatura apresentada ao PARES (e aprovada) rondava os 653,4 mil euros (valor também sem IVA).

A provedora da SCMM salienta que o recurso a essa linha de crédito não será imediato, nem é ainda um certeza, já que a instituição tem conseguido dar resposta às necessidades financeiras, ainda que “com muito sacrifício”. Por isso, “se for necessário”, adverte, a assembleia geral já deu o aval necessário para recorrer a esse apoio:

[audio:CREDITO_PARES.mp3]

Mas este não foi o único ponto da ordem de trabalhos da assembleia geral do dia 14 de Novembro. Antes de discutirem o pedido de empréstimo, os irmãos analisaram e aprovaram o plano de actividades e o orçamento para o próximo ano. Pode dizer-se que a intenção da SCMM para 2010 é dar continuidade aos projectos já em curso, mas já a pensar na certificação de qualidade dos equipamentos da instituição. Ainda que “gradualmente”, salienta a provedora.

O próximo ano da Santa Casa ficará também marcado por obra na misericórdia. Com conclusão prevista para Fevereiro de 2011, está já em construção o Lar, Centro de Dia e Apoio Domiciliário no Centro Social de Milheirós. Prestes a arrancar, depois de alguns atrasos provocados por questões burocráticas, estão as obras para a construção da creche na Casa da Ponte de Moreira. Acredita Lurdes Maia que a adjudicação possa ser feita entre Janeiro e Fevereiro de 2010. Em ambos os casos, os projectos da SCMM saltam do papel graças às candidaturas aprovadas no âmbito do PARES.

Mas há mais construção. Por exemplo, a do novo Centro Comunitário do Sobreiro, integrada no projecto Parque Maior. E muitos projectos. A provedora da SCMM destaca o alargamento do Infantário de Águas Santas II, onde as salas onde antes funcionava o ATL vão ser reconvertidas permitindo criar quatro novas salas de creche para crianças com um e dois anos de idade. Até porque “é a freguesia mais populosa do concelho e nós não conseguimos, de forma alguma, dar cobertura a todas as necessidades”, reconhece.

Como prova de que a SCMM está atenta às necessidades da comunidade, criando respostas a esses níveis, contam-se projectos como o Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) – sedeado em Teibas e em Ardegães – os Gabinetes de Inserção Profissional (GIP) ou a colaboração com o Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT) no âmbito da prevenção, recuperação e tratamento da toxicodependência.

Marta Costa