Suspeito de Gripe A na Maia

0
206

Um jovem de 21 anos, de Barca, foi esta semana encaminhado para o Hospital de S. João, no Porto, com suspeitas de Gripe A. Foi a decisão tomada pelo coordenador da USF Odisseia, onde se deslocou na companhia da mãe, com sintomas como tosse, vómitos e febre alta.

Utentes que se encontravam na altura na USF contaram a PRIMEIRA MÃO que a mãe entrou sozinha para dar conta do estado do jovem, que terá aguardado no carro. Confrontada com a situação, a equipa da USF Odisseia aconselhou os utentes que estavam na sala de espera a afastarem-se da zona de passagem. Entre eles estaria uma grávida e uma senhora com crianças, optando por se deslocarem para uma das área de consultas. Enquanto médico e enfermeira se preparavam, as pessoas terão sido também avisadas para não usarem o elevador, mas ao que parece o doente acabou por subir até ao segundo piso no edifício usando as escadas.

PRIMEIRA MÃO tentou confirmar o caso com o coordenador da USF Odisseia, mas sem que tenha manifestado essa disponibilidade até ao fecho da edição. A única confirmação veio dos Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia, que transportaram o doente, acompanhado pela mãe, para o Hospital de S. João. Segundo o comandante da corporação, Manuel Carvalho, foram chamados por volta das 9h30 de quarta-feira, tendo-se deslocado à USF com o equipamento necessários para situações suspeitas de Gripe A, logo, efectuando o transporte “com os devidos cuidados”.

Diz ainda o responsável operacional dos Bombeiros de Moreira que, à semelhança dos cerca de quatro transportes de casos suspeitos efectuados anteriormente, o material usado ficou no hospital, seguindo-se, já no quartel, a desinfecção da viatura utilizada.

Esta semana, PRIMEIRA MÃO soube também do surgimento de um caso suspeito de infecção pelo vírus H1N1 na USF de Pedras Rubras. Uma informação avançada pela médica que recebeu os candidatos do PS à Maia na passagem pela unidade de saúde, na quarta-feira.

Marta Costa