Tempestade Elsa deixou vários estragos na Maia

0
510

Na Maia foram registadas várias inundações devido à tempestade Elsa. Cerca de 80 ocorrências em todo o concelho.

O comandante dos Bombeiros de Moreira referiu ao Primeira Mão que não houve feridos devido a esta tempestade, mas os voluntários trabalharam sem parar. Desde a 01h00 de quarta-feira, dia 19, até às 00h00 desta quinta-feira, dia 20, os Bombeiros de Moreira registaram cerca de 80 ocorrências nas nove freguesias do concelho sob a sua responsabilidade.

A cheia afetou uma área da EN14, que se encontrou intransitável ontem à tarde. A mesma situação afetou também a Via Diagonal, Via Norte e mercado do Castelo da Maia.

Registaram-se ainda quedas de árvores, uma caiu na Escola Secundária, e vários telhados de habitações voaram sem causar feridos.

Na Escola Secundária a árvore caiu junto ao Pavilhão e causou pequenos danos não afetando nenhuma pessoa, pois não há aulas devido às férias de Natal e ninguém se encontrava no local.

Os Bombeiros de Moreira tiveram ainda bastante trabalho numa ocorrência numa habitação junto ao rio Leça, mais concretamente na Rua do Pinto, em que a água chegava a meio metro de altura.

Tal como já tinha acontecido este ano, o Continente Jardim Maia ficou inundado e voltou a fechar portas, por volta das 17h00, altura em que a água começou a invadir o espaço.
A área envolvente ao centro comercial também ficou inundada, com veículos imobilizados e o posto de combustível a ter que encerrar.

Esta cheia fez com que alguns clientes e funcionários do Maia Jardim ficassem retidos por não poderem retirar as suas viaturas. O parque de estacionamento -1 ficou inundado e foi preciso colocar máquinas a puxar a água da área de estacionamento na cave.