Trabalhadores dos SMEAS e Maiambiente aproveitam “Novas Oportunidades”

0
189

Cerca de 31 trabalhadores dos Serviços Municipalizados da Maia e da empresa Maiambiente receberam o diploma de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, obtido através do Centro de Novas Oportunidades do CEFOSAP – Centro de Formação Sindical e Aperfeiçoamento Profissional.

A cerimónia de entrega dos certificados teve lugar na quinta-feira da semana passada, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Maia. Foi um pedido feito pelo Sintap – Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública, que o presidente da Câmara Municipal da Maia não recusou. Aliás, “foi com muito orgulho que recebi o pedido do sindicato porque também nobre é o vosso acto, um acto de coragem de voltar a aprender depois de um dia de trabalho”, justificou.

Quanto à etapa agora concluída pelos trabalhadores considera-a de “extrema” importância, sendo que “hoje em dia já nem se contrata ninguém sem o 12º ano”. A partir de agora, “vocês têm o caminho aberto e podem criar outras expectativas quanto ao futuro”, concluiu.

A cerimónia de entrega dos diplomas contou com a presença do director do CEFOSAP. Jorge Mesquita deu os parabéns a todos por terem tido “a coragem de batalharem e conseguirem conquistar a validação de competências”. Felicitou-os também pela decisão de “concluírem o que não quiseram fazer há anos atrás”.

Aos trabalhadores que concluíram agora o nono ano, incentivou-os a continuar o caminho que começar a percorrer porque “vale mesmo a pena continuar”. E no global, aproveitando a presença dos responsáveis municipais, referiu esperar que os diplomas agora conseguidos possam “alterar algo ao nível dos vossos organismos”, concluiu Jorge Mesquita.

Dirigindo-se aos formandos, o vice secretário-geral SINTAP, José Abraão, saudou-os pela etapa “importante” nas suas vidas que agora concluíram. E recordou que agora nesta administração pública “só vai vingar quem for mais competente, mais qualificado”.

Da parte do Sintap, acrescentou, o sindicato só pode dizer que cumpriu um dos seus objectivos e que pretende continuar este trabalho de formação para aqueles que são os trabalhadores do serviço público.

Presente na cerimónia de entrega de certificados esteve o vereador responsável pelos Recursos Humanos. Paulo Ramalho considera que esta formação é de extrema importância para os trabalhadores porque neste novo paradigma do funcionário público, a sua competência é muto aferida com base não só na sua aptidão para o lugar mas também na sua qualificação profissional. “Hoje em dia, cada vez mais, temos que estar preparados para uma competição diferente dentro da administração pública, ora quanto mais formação os funcionários públicos adquirem, obviamente mais capacidade têm de subirem nas suas próprias carreiras”, justifica.

Por outro lado, acrescenta, também não se pode esquecer que o sistema de avaliação em vigor é um sistema que exige muito mais do funcionário. “Se o funcionário tem mais qualificação, mais formação, obviamente está mais apto a exercer as funções que lhe são confiadas”, conclui Paulo Ramalho.

Isabel Fernandes Moreira

CAIXA

Números

44 Foi o número total de formandos

13 Ligados à CM Porto; 31 ligados à CM Maia

10 Trabalhadores da Maia concluíram o 9º ano

21 Trabalhadores da Maia concluíram o 12º