Tribunal fechado na Maia até ao fim da semana

0
292

O Tribunal Judicial da Comarca do Porto decidiu encerrar o edifício do concelho da Maia, onde foi confirmado um caso positivo covid-19, admitindo que “existe alarme geral” naquele núcleo, revela nota enviada ontem à noite às redações.

“O conselho de gestão considera ser de elementar prudência encerrar por três dias o edifício onde funciona o Núcleo da Maia”, lê-se em comunicado, no qual também se informa que uma oficial de justiça foi submetida, no sábado, a teste rápido no Hospital de São João, no Porto, o qual se veio a manifestar positivo.

De acordo com o Tribunal Judicial da Comarca do Porto a situação foi comunicada às autoridades de saúde da Maia, tendo sido remetida à delegada de saúde local “lista com nome e contactos próximos, bem como dos contactos ocasionais” da oficial de justiça, que testou positivo para o novo coronavírus, a qual, continua a nota do tribunal, “encontra-se em observação e sujeita a cuidados médicos”.

“Existe alarme geral naquele Núcleo [da Maia]. O edifício do Núcleo da Maia encontra-se em desinfeção”, acrescenta a instituição de justiça que também comunicou a situação à Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ).

Assim, tendo sido decidido encerrar o edifício onde funcionam os diversos Juízos do Núcleo da Maia até sexta-feira, inclusivamente, o Tribunal Judicial da Comarca do Porto informa que “todas as diligências urgentes, designadamente de natureza presencial, que tivessem de ter lugar naquele edifício, serão asseguradas no Palácio da Justiça de Matosinhos, pelos magistrados que ali se encontram de serviço”.