Vai abrir uma nova Escola de Formação Profissional da ETAP em Moreira

0
1142
Foto DR
- Publicidade -

A Maia vai ter mais uma escola de Formação Profissional, numa extensão da ETAP, que desenvolve formação no Minho, desde Caminha a Cerveira.
Com 32 anos de experiência, a ETAP vai instalar no próximo ano letivo uma Unidade de Formação, nas instalações do antigo Centro de Saúde de Moreira.

A proposta a apresentar ao Ministério da Educação de cursos para a ETAP Maia é de: Mecânico/a de Aeronaves e Material de Voo, Eletrónica, Automação e Comando, Mecatrónica Automóvel e Informática-Sistemas.

A Câmara Municipal da Maia vai apoiar a escola, uma vez que irá conceder um subsídio aos Bombeiros de Moreira, que será decidido na próxima reunião do executivo a 19 de abril, para a realização das obras de adaptação do espaço do antigo Centro de Saúde.

O Conselho Consultivo da ETAP Maia reuniu pela primeira vez no dia 8, no Salão Nobre dos Bombeiros de Moreira da Maia, onde foi apreciado o Plano de Atividades e a oferta formativa para o próximo ano letivo.

Na altura, o diretor da Escola, José Luís Presa, realçou o histórico da ETAP, que conta com 32 anos de experiência nos domínios da educação e formação, e afirmou-se certo de que, com o apoio dos parceiros locais ligados aos mais diversos setores, estão reunidas as condições para criar, no município da Maia, uma das suas mais robustas Unidades de Formação.

O presidente da Câmara Municipal da Maia, António Silva Tiago, afirmou que a proposta de criação da Escola no município mereceu, desde logo, o apoio da Câmara Municipal e congratulou-se com o facto da Associação dos Bombeiros Voluntários de Moreira ter celebrado um Protocolo de Cooperação com a COOPETAPE, enquanto entidade proprietária da ETAP, para viabilizar a instalação da escola nas instalações do antigo Centro de Saúde de Moreira.

O autarca aproveitou para reafirmar a promessa da autarquia aos Bombeiros de Moreira, deixando nota de que seria levada ao executivo da Câmara, no dia 19 deste mês, a proposta de atribuição de um subsídio extraordinário a esta Associação para apoiar nos custos das obras de adaptação dos espaços.

A Diretora Pedagógica da Escola, Angelina Presa, que fez a apresentação das linhas gerais do Plano de Atividades da Escola, explicou as principais linhas de força do documento, no que se refere à formação inicial de jovens e à formação contínua de adultos, a que acresce o reconhecimento e certificação de competências.

A diretora não deixou de sublinhar o envolvimento de grande parte dos alunos da escola em projetos transnacionais, sinalizando os doze países da União Europeia onde decorrem os projetos ERASMUS.

No final das intervenções a proposta de Parecer apresentada pela ETAP – Escola Profissional para a Unidade de Formação da Maia foi subscrita pelas entidades presentes, tendo o Diretor da Escola agradecido a participação e riqueza das intervenções.

Todo o trabalho de receção aos participantes, secretariado e final coffee foi desenvolvido pelos alunos do Polo de Hotelaria e Turismo de Vila Praia de Âncora e o registo fotográfico da sessão foi realizado por uma aluna finalista do curso de Fotografia da ETAP de Vila Nova de Cerveira. No final da reunião, todos foram aplaudidos pela sua prestação.

- Publicidade -