XL Party abre hoje as portas

0
181

São jovens, maioritariamente rapazes, entre os 15 e os 23 anos e começam esta tarde a chegar à Maia, vindos de todo o país, incluindo as ilhas da Madeira e Açores e até de Espanha, para participarem na 13ª edição XL Party, a maior Lan Party do país. Está tudo pronto para que o evento arranque às 18h00, no piso -3 do Parque Central da Maia.

De acordo com Pedro Silveira, da organização, a XL Party está dividida em duas partes. A primeira, a Lan party, vai acolher cerca de mil jovens, que trazem os seus computadores de casa com um único objectivo jogar em rede e competir. “É para isso que eles cá vêm, para os torneios de viedojogos e nós temos torneios de Counter Strike, PES 2010, Call of Duty, TrackMania, Gears Of War, Halo 3, todo o tipo de jogos que eles jogam on line em casa e eles querem vir para o evento para poderem jogar com as equipas deles que, às vezes, nem sequer conhecem, só se conhecem on line e aqui acabam por se conhecer, vêm jogar com as equipas deles e competir uns contra os outros”.

E se há uns anos os jovens participavam por causa da velocidade da internet, hoje em dia, acrescenta Pedro Silveira, participam pelo espírito de competição. “Cada vez mais os videojogos têm uma característica que são os electronic sports, que é a competição. Ou seja, antigamente os miúdos com 14, 15 anos estavam na rua a jogar futebol , hoje estão em casa, nos quartos as jogar uns contra os outros e o que acontece é que, antigamente queriam ser jogadores de futebol, agora participam em jogos on line e depois também querem ter torneios e equipas e jogar uns contra os outros”.

E com a procura a aumentar, a XLParty decidiu criar um verdadeiro festival, com uma área menos competitiva e mais de experimentação. “Criamos uma área com simuladores, com shows de física, astronomia, pistas de carros digitais, jogos em 3D, tunning dos PCs, ou seja, um evento que tem uma série de áreas ligadas ao entretenimento tecnológico e que permite aos participantes usufruir do seu computador mas também fazer muitas outras actividades”, enumera o organizador.
Para a Lan Party são esperados mil participantes activos, mas a organização conta reunir cerca de 50 mil visitantes. Numa só expressão, Pedro Silveira afirma que se trata de “um verdadeiro festival informático”.

Isabel Fernandes Moreira